sexta-feira, fevereiro 13, 2009

sextas-feiras 13 são como aniversários para o Madame Satã...

pena que esse bar a La drinque no inferno não mais esta entre nós. Lembranças boas de lado, vamos ao que interessa.

Mesmo sem Madame hoje é seta-feira 13, e sexta-feira 13 lembra... sexta-feira 13, claro! Sim, Jason Voorhees esta entre nós, hoje estréia também o remake deste clássico B infernal, e como há pouco meu amigo Rob enviou um post dizendo que sairia o box do filme, eu não me contive mesmo não sendo aquele fã de carteirinha e comprei, e melhor terminei de assistir na madrugada dessa sexta-feira 13.
Farei um review sobre esse box de um dos psicopatas mais conhecidos em todo o universo. O box conta com os filmes do 2 ao 6, você me pergunta: - Mas por quê do 2 e não do 1 ao 6, ou do 1 até 12. Pasmo? Sim existem 12 filmes. Mas a resposta é simples, o foco do box é o excelentíssimo senhor Jason Voorhees e este mancebo apodrecido só surge como assassino psicopata a partir do 2º filme.

Pode parecer insanidade, mas creio que alguém até possa perguntar: - Mas qual o foco de monumental seriado classe B do capeta?


Assim para não deixar dúvidas irei contar:

Era uma vez...
um moleque literalmente torto chamado Jason, em fato ele perambulava num camping chamado Crystal Lake, onde ele mandava ver nas penosas da região, matava calango, dava 360º nas balanças de árvores, coisas de campo manja? Mas em um belo dia ele resolveu nadar no lago, mas quando ele chegou no meio das águas turvas se deu conta que algo lhe faltava, era quase nada, somente que ele não sabia nadar. Enquanto todos os freqüentadores do camping furnicavam em suas barracas, o pobre demoníaco estrupador de galinhas dormitou para "sempre" no lago Cristal.


Em poucas linhas é isso. No primeiro filme da série a mãe dele ficou puta que todos os furnicadores que não ouviram que o torto menino do campo se afogou e começou sua vingança, morte, morte, morte, decapitação da mãe de Jason no fim.

Parte 2
Jason aparentemente não havia morrido, ele de alguma forma voltou para terra firme e cresceu. E então numa espécie de Romeu e Julieta versão amor platônico, Jason faz um presépio com a cabeça da mãe e a blusa e então começa se vingar pela morte da mãe.

Nesse episódio o nosso querido Jasinho ainda não tinha a tão característica máscara de hóquei, ele estava mais para homem do saco, ele andava com um saco de pano na cabeça e mandava ver em todos os furnicadores de plantão.

Morte, morte, morte, Jason some.

Parte 3
Depois de Jason curtir umas férias em Las Vegas e volta para o lago Cristal, lá mais jovens furnicando e fumando maconha. Então nosso querido Jasinho chega e bota ordem no lugar, eis então que ele encontra com o objeto mais desejado de sua existência. A máscara de hóquei, com a máscara amaldiçoada do inferno ele se torna uma máquina incontrolável de morte, detalhe o cara que possuía a máscara é um dos poucos virgens que passam pela frente de Jason.

Morte, morte, morte, Jason morre. Como? Toma-lhe uma machadada na jacá e cai que nem bosta no chão.

Parte 4
Como todo presunto que se preste Jason vai para o IML dos gringos, mas ele não havia morrido ele estava fingindo de morto, e a partir que a primeira furnicada do médico com a enfermeira ele volta ativa e manda os dois para terra do nunca.

Mas Jason nunca prestou vestibular e viu que ficar no hospital como médico legista não ia dar certo, assim ele retorna a pé para o lago Cristal, chegando lá adivinhem? Sim, meus queridos, mais jovens maconheiros e furnicadores. Jason é bem um homem de poucas palavras e logo parte para a atitude.

O que ele não esperava é que um moleque maldito chamado Tommy estaria por lá. Tommy que nada mais nada menos nesse episódio é Corey Feldman, o filme ainda conta com a participação virgônica de George McFly de "De volta para o futuro", mas calma até o fim do filme esse conhecido "dead fuck" consegue mandar ver e assim morre feliz da vida pregado na porta.

Jason faz aquilo que melhor sabe, ou seja, matar, mata, mata, mata, ...

Mas esse Tommy apronta com ele, raspa a cabeça e se passa pelo próprio Jason em sua infância, e sabe como é Jason nunca foi um poço de sabedoria, assim ele acaba estranhamente se confundido com imagem do moleque representando ele. Sinceramente acho que ele não entende que o carequinha é ele ontem, por fim o carequinha Tommy não hesita e destrói o Jason na facada. Die, Die, Die...

Parte 5
Depois da atuação de Tommy como assassino de Jason ele nunca mais foi o mesmo, sabe o menino ficou meio biruta, assim como não conseguia se re-integrar na sociedade ele acabou indo para uma clínica psiquiátrica, adivinha aonde? Exato! Pertinho do lago Cristal.

Jason aparece com uma máscara com detalhes azuis, mas espera a máscara sempre teve detalhes vermelhos. A tá! O assassino não era o Jason, mas sim um funcionário do IML gringo que teve o filho doido de pedra destroçado numa crise na mesma clínica que o Tommy estava. A história é meio estranha, mas o filho não sabia quem era o pai, e a mãe morreu no parto, e ele era chato e outro doido o matou com algumas dezenas de machadadas.

Mas o importante é Jason clone, mata, mata, mata, e acaba sendo desmascarado e morto pela troop Tommy, loirinha e Saci.

Na cena final o Zé Droguinha do Tommy pega a máscara com detalhes azuis e parece, somente parece, matar a loirinha restante.

Jason 6
Sem dar continuidade a o filme anterior, Tommy que já esta mais comportado resolve ir no túmulo de Jason e queimar o danado, mas sabe como são as coisas, não se mexe com quem esta quieto. Bom Tommy nunca foi bom de ouvir ditados e acaba enfiando uma lança no peito de Jason, então um raio cai sobre a lança e Jason volta a vida no maior estilo Frankenstein.

Então Jason volta para casa matando um ou outro no caminho, esse com certeza é o filme mais engraçado da série e com menos furnicações também, um fato muito importante deste também é que quando Jason volta a vida e ele esta com upgrade força, assim realmente fundando o conceito do ser imortal que o Jason é.

Então o de praxe, matar, matar, matar,...

Mas Tommy apesar de ter dado vida a Jason, assim como anteriormente lhe deu a morte resolve ajustar contas com o cara de vermes com upgrade 2.0 e iluminado por madre Tereza de Calcutá descobre que se ele acorrentar o Jason embaixo das águas do mesmo lago que ele se afogou quando criança a maldição estaria terminada, então depois dessa fácil conclusão baseada em livro de ocultismo que ele lê, detalhe ele compra os livros em um posto de estrada, devia ser um posto de estrada especializado em ocultismo. Deixando de lado esse pequeno detalhe Tommy vai atrás de Jason e consegue matá-lo novamente, quer dizer matar não, apenas deixá-lo em stand-by afinal todos nos universo sabem, Jason é como Jesus Cristo, morre, mas volta.


Sexta-feira 13 parte 12 (estréia hoje)

3 comentários:

lion cristiano disse...

eu vii este film e pika oo conta um pouco das primeiras mortes que o jason fez

le traz um coico da estori que mataram a mae dele mano este cara e pika

Cassio disse...

n entendi uma palavra q esse preto de cima falo, lol e alias muito engraçado o topico rolei no chão kkkk valeu por um momento de diversão =)

Gabriela disse...

Bom,eu que já vi todos os filmes acho que você pulou muitas partes que sao maravilhosas de ver!!as partes em que os adolescentes TRANSAM!!lembro que vi esse filme com meu namorado e quando as partes de sexo comecaram nao aguentamos e transamos a noite inteira!